Rogue One – Uma história Star Wars

Hi, Ciao, Bonjour, Oi, Hej…. Halo My Friends

rogue-one

Como estava com saudades de falar/escrever isso, mas finalmente eu estou menos atolada de coisas para fazer e pude tomar um tempo para escrever, desenhar, pintar, cantar, dançar, gravar …. Enfim: tempo demais. Mas na terça feira eu fui na pré estreia de Star Wars: Rogue One, com uma amiga minha que so conhece Star Wars pelos nomes e porque eu falo demais sobre o assunto, e bem, ELA saiu do cinema querendo fazer maratona dos filmes porque gostou muito de Rogue One e saiu sem palavras do cinema, para você ver o nível do bagulho. Então vamos a resenha. DICA: Rogue One foi retirado na ideia dos letreiros do episódio IV: Uma nova esperança, e não, não tem letreiro no começo do filme.

SPOILER ALERT – TEM MUITO SPOILER, RECOMENDO PARA QUEM JÁ VIU OU NÃO SE IMPORTA COM SPOILER.

  • Review

rogue-one-grupoCom a introdução de novos personagens rebeldes a história, vemos a trajetória de Jyn Erso (Felicity Jones) desde de sua mãe ser morte e seu pai ser obrigado a arquitetar a Estrela da Morte, ser “criada” por Saw Gerrera (Forest Whitaker), sempre estar foragida até se encontrar com Cassian Endor (Diego Luna), quem posteriormente salva ela para um propósito maior: ela é filha de um dos engenheiros da Estrela da Morte, Galen Erso (Mads Mikkelsen, nosso eterno Hannibal – que falando nisso, eu não consigo ver esse cara fazendo um papel do bem, e ver ele fazendo isso nesse filme foi muito estranho), uma arma até então desconhecida pela Aliança, que tem uma pequena falha – posta pelo Galen para sua filha acabar com a estação. Então eles montam um esquadrão, que posteriormente é chamado de Rogue One, para pegar um mapa da Estrela da Morte com o intuito de achar essa pequena falha.

rogue-one-rebeldiaPorém, todos os eventos acontecem enquanto o Império está na sua ascensão, e fica muito difícil tudo acontecer. Então tudo é um grande risco, tudo é uma grande encruzilhada, até porque é uma missão extra oficial da Aliança, pois muitos participantes votaram para que não ocorresse essa missão que Jyn e Cassian queriam ir. Mas no final a equipe e montada por quem queria que ocorresse e lógico que a Aliança deu um forcinha.

rogue one leia r2.png
O bom desse filme foi o seguinte, como ele se passa exatamente antes do “Uma Nova Esperança” (até porque o finalzinho é exatamente mostrando o lugar e a pessoa que vai ser presa pelo Darth Vader, que vai ser resgatada pelo um certo cara que vai se tornar um mestre jedi e um certo cara que tem um certo amigo peludo, que pegou um certo mapa com uma unidade R2… Ta vendo a linha de raciocínio né?!) muitas questões são respondidas, como por exemplo como eles conseguiram o certo mapa da Estrela da Morte, e porque eles sabiam que deveriam atacar exatamente naquele lugar da Estrela da Morte e que aquele lugar causaria a explosão.

rogue-one-dalenE claro, o ambiente do filme é outro, é totalmente desapego e batalhas, mostra mortes e apenas uma esperança nova: o mapa. Mas todos estão fadados a morrer, até porque onde eles vão a Estrela da Morte é acionada para a morte deles. Então o ambiente do filme é mostrando essa parte mais detalhada dos eventos, em que os personagens conhecem alguns outros personagens que vão morrendo conforme vai passando o tempo. E outra, os disparos da Estrela da Morte são retratadas de um jeito surpreendente, e que, como já falei, os principais/ mocinhos estão lá lutando pela vida deles de um jeito muito mais maduro que o resto dos filmes.

rogue-one-cegoE não podemos deixar de falar da Força, que é retratada de um jeito diferente do que a mostrada nos outros filmes, em Rogue One a Força é uma crença, que os personagens Chirrut Îmwe (Donnie Yen) e Baze Malbus (Wen Jiang) têm. Principalmente Chirrut que é cego e usa a Força como uma forma de ampliar seus sentidos, ele está sempre utilizando a frase: Eu estou com a Força e a Força está comigo, em suas batalhas como forma de amuleto da sorte, em que tudo irá dar certo para ele e para seus amigos. Ou seja, eles sabem da existência da Força, mas a utilizam como se fosse uma religião, não como os Jedi usam: como algo que flui entre todos e poucos a possui, poucas podem usufruir de seus “poderes”, e como algo que dá “poder” ao Jedi.

Não posso deixar de falar também do jeito que o filme aborda outros tipos de Rebeldes: os que levam a palavra ao pé da letra, em que são extremistas e não querem saber da Rebelião, da Aliança, e sim acham que podem seguir seus próprios caminhos, com seus próprios líderes em que atacam o Império quando tem a chance e não com exatamente um plano para isso.

rogue-one-esquadraoE assim, falando de modo geral, o filme aborda tudo colocando um peso sobre as coisas que o Império e a Aliança fazem, pois tudo tem uma consequência que é sentida em ambos os lados, em que equilibra as cenas mais sombrias como as cenas em que o comandante Tarkin tem de pedir para Vader cuidar das coisas do jeito dele, e as cenas em que a Aliança (em meio a todo o caos) está ganhando em pelo menos uma coisa na batalha, mesmo que perdendo em outra. E a introdução dos personagens foi ótima, pois mostra um pouco do passado de Jyn (em que seu pai foi obrigado a construir a Estrela da Morte, sua mãe morta, e ela foragida), ao mesmo tempo que introduz o pessoal que vai ser do Rogue One (K-2SO, Chirrut, Base, Cassian e um piloto ex-imperial, Bodhi Rook (Riz Ahmed)) e alterna entre cenas de esperança, tristeza, alegria e engraçadas.

rogue-one-k2soPosso falar que um dos personagens que mais interage com o público é o Chirrut, pois ele é cego e não acreditam que ele fala da Força e tudo mais, e o próprio K-2SO, pois o robô reprogramado imperial é sincero e verdadeiro mesmo no pior momento possível o tornando muito engraçado e roubando cena em vários momentos.

rogue-one-death-starE a história, conseguiu retratar muito bem aquele “quê” que você sempre se questionou entre as duas trilogias (I, II, III e a IV, V, VI), quis sempre saber o que houve nesse meio tempo, quis mais do Darth Vader fanservice foda demais (ainda mais com a voz original, mesmo que um pouco acabada) e quis saber um pouco mais das raízes da Aliança e do Império. E não posso deixar de falar sobre o final excelente que teve: em que Darth Vader vai matando todo mundo em busca do mapa e o mapa consegue ser entregue a nave onde Leia está, e assim, eu jurei que quando mostrou a silhueta da Leia (a atriz que foi utilizada foi a Ingvild Deila) não iria mostrar o rosto, mas sim, ela vira e fala: ESPERANÇA. Obviamente não era ela, e era computação gráfica, até porque o filme foi feito a 39 anos atrás e a Carrie Fisher está velha (visto em O Despertar da Força ano passado), mas a emoção foi muito grande por ver a careta dela ali na tela, num marco tão especial.

rogue-one-k2-e-jynE outra coisa que não posso deixar de falar é os atores, acho que a escolha dos atores foi muito boa, pois a Felicity conseguiu retratar bem aquela mocinha que tem seus problemas ( que pega essa missão da Aliança num momento de desespero, e pelo seu pai também) que sabe que vai morrer e não vai ser a heroína renomada da história (até porque não é citada em nenhum lugar da trilogia original), Diego foi a mesma coisa, em que mostra o conflito entre ser o bonzinho que segue regras ou não (que tem um peso sob suas ações ou não) e não posso deixar de falar de uma coisa: a escolha dos atores que também apareceram na primeira trilogia é genial, pois ficaram muito parecidos utilizando computação gráfica, podendo citar o Tarkin: Guy Henry foi utilizado, e ficou muito parecido com o original (Peter Cushing), diferente de Wayne Pygram que em “A Vingança dos Sith” não foi utilizado CGI e não ficou parecido. E o ator de Bail Organa, em que ele aparece sendo o mesmo ator (Jimmy Smiths) que apareceu na trilogia prequel.

rogue-one-cena-q-n-existeAH, e outra, a refilmagem do filme ficou evidenciada em muitos lugares, como numa cena do trailer em que Jyn está carregando os planos da Estrela da Morte na praia junto com o seu grupo, ISSO NÃO OCORRE, os planos são projetados diretamente do prédio de comando para os Rebeldes que se encontram fora do planeta.
rogue-one-darth-vaderE o vilão é Orson Krennic (Ben Mendelsohn), que também é envolvido com a Estrela da Morte e envolvido com o passado de Galen também (descobri que essa história é contada num livro Star Wars: Catalyst escrito por James Luceno) e que tenta impressionar Tarkin mostrando e testando a nova arma feita pelo Império.

AHHHHHHHH, R2D2 e C3PO aparecem no meio do filme, o cinema foi a loucura quando aconteceu.

E por favor, gastem um pouco a mais e vejam em 3D, pois a qualidade gráfica (e dos CGI) são muito melhores.

Um beijo, um queijo e que a força esteja com vocês.

 

 

Anúncios

Demolidor

Bonjour, Oi, Cio, Ola, Ciao, Hi… Halo My Friends

demolidor

O que falar de Demolidor? Então muita coisa. Primeiramente, Demolidor foi a primeira série produzida pela Marvel em parceria com a Netflix e ABC studios, em que foi ao ar pela primeira vez em 10 de abril de 2015, que já contou diretamente com os 13 episódios disponíveis, e a segunda temporada conta com a mesma quantidade, e com média de 58 – 60 minutos cada episódio. E conta, até hoje, com altas críticas. Com criação de Drew Goddard e produção exclusiva de Steven S. DeKnight.

  • A história

demolidor-netflixA história conta o trajeto de uma pessoa chamada Matthew Murdock, um advogado cego, que não tem uma renda muito boa, porém o que poucos sabem é que: Murdock é um cego especial, com a mistura de produtos químicos que o fez ficar cego num acidente, ele desenvolveu sentidos mais aguçados, em que o faz ter uma “visão” do que acontece ao seu redor bem parecida com a nossa, porém de um jeito diferente. Ele enxerga tudo o que acontece a sua volta, como se realmente enxergasse.

Matt tem sua melhor amigo de faculdade, Franklin “Foggy” Nelson, que não conhecimento do que o amigo especial. E Karen Page, uma mulher que é resgatada e protegida já nos primeiros episódios e logo vira melhor amiga e trabalha para a firma deles: Nelson & Murdock.

A complicação da primeira temporada é Wilson Fisk, um vilão que tem guerra com os russos e procura poder político, então, cabe a Murdock a combate-lo com seus “poderes” e lutas marciais (que ele aprendeu com um cego também). Tudo para proteger seu bairro em Nova York, Hell’s Kitchen. Sendo que cada vez que se machuca em suas batalhas, Claire Temple o ajuda e por outro lado, Karen Page e Foggy tentam fazer justiça enquanto Demolidor coloca o pessoal para correr, e cabe aos amigos tentar descobrir quem é o tal Justiceiro, Karen recorre ao jornal para descobrir umas verdades com ajuda de Ben Urich, que não acredita em toda história que vê. E, em contra partida, Vanessa (mulher do Fisk) tenta proteger o marido, enquanto vamos descobrindo mais sobre sua infância – de Fisk-  (ao decorrer das temporadas), e a corrupção que esta dentro do sistema.

daredevil_temporada_2_Na 2ª temporada, aparece outra complicação: Justiceiro (Frank Castle) , um veterano do Corpo de Fuzileiros Navais super perigoso que quer fazer justiça com suas próprias mãos, já que sua família inteira foi morta. Ele é mestre nas artes marciais, em armas e táticas de guerra. E outra pessoa que Murdock tem que lidar é sua ex-namorada: Elektra Natchios, que também é uma assassina que Matt não quer nem ver pela frente.

  • Elenco

daredevil-cast-photo

  1. Matt Murdock – Charlie Cox
  2. Foggy Nelson – Elden Henson
  3. Karen Page – Deborah Ann Woll
  4. Wilson Fisk – Vincent D’Onofrio
  5. Claire Temple -Rosario Dawson
  6. Elektra Natchios – Élodie Yung
  7. Frank Castle – Jon Bernthal
  8. Ben Urich – Leland Curtis-hall
  9. Vanessa Marianna – Ayelet Zurer

Com isso, Matt é um dos heróis que irão fazer parte de uma série que juntará 4 personagens: Jéssica Jones, Punho de Ferro e Luke Cage. A série está em processo de produção, assim como a série do Punho de Ferro. E penso em fazer um post para cada série, assim como uma comparação com os quadrinhos. Porém, ainda estou em processo de reunir informações.

E vocês, gostaram dessa série? Estão ansiosos para a próxima temporada, ou melhor, para a série do Justiceiro (nosso eterno Shane Walsh em The Walking Dead), ou até mesmo para a do Punho de Ferro (nosso lindo Finn Jones, Loras em Game of Thrones)- dia 17 de março está ai- ?

Um beijo, um queijo e um sucrilhos para vocês.

Stranger Things

Hallo, Oi, Hey, Cio, Ciao … Halo My Friends

stranger-things-banner

Bom, mais uma série, sim, mas dessa vez é uma série muito boa, que conquistou meu coração nos primeiros minutos e foi com ela que conquistei minha meta de madrugar vendo uma série e só dormir quando termina-la, sozinha em casa. E bem, e consegui. Tudo começou com minha prima me enchendo o saco dizendo que eu precisava ver a série, pois era muito boa, então eu perguntei onde ela estava, dai ela falou: já vi 30 minutos. Eu falei para ela parar, esperar eu tomar banho e vermos juntas… e vermos quem termina primeiro. Sim, era um campeonatinho.

Lá fomos nós, 2 da manhã, ela já tinha 30 minutos e poucos de vantagem, e eu ficava tentando tirar sua atenção, e ela a minha. Deu 3, 4, 5 da manhã e as duas firmes e fortes. Foi quando estava perto da 6 ou 7 horas que minha prima foi dormir, não porque estava cansada, mas porque seu pai estava acordando e ela não queria que ele visse ela acordada. E então a vitória foi de quem? Euzinha aqui. Bem, eu fui das 2 da manhã até as 9:35 por ai acordada. Dai eu desliguei tudo fui dormir quase 10 da manhã. E bom, vamos falar um pouco da série.

  • História

todos juntosTudo começa com 4 garotos jogando RPG e eles tem que ir embora por ser tarde demais e teriam escola no outro dia. Will, Lucas e Dustin vão embora da casa de Mike de bicicleta. Porém, no outro dia, Will não aparece na escola, e sua mãe percebe que nem em casa ele estava. É quando Jonathan (irmão de Will) começa a confortar a mãe que começa a ficar louca por causa de ter perdido o filho. Quando Will tinha chego em casa na noite anterior, nem a mãe, nem o irmão estavam nesta e ele já tinha chego esbaforido em casa por ter visto um bicho estranho na sua frente. E então ele estava desaparecido. Estranho não? Pensa, num lado temos a mãe do Will fazendo de tudo para achar o filho e ficando louca dizendo que seu filho não está morto como todos acham, do outro temos seus amigos tentando achar o amigo por si próprios.

gooniesA atenção muda para uma garota, muito misteriosa, que rouba comida de uma lanchonete, e o dono e flagra e chama a assistência social. Mas a assistência social é uma farsa, sendo na verdade o governo, já que a garota é “deles” pois é perigosa e uma experimentação dos mesmos (usam ela para fazer experimentos já que ela pode fazer coisas com a mente )e a garota volta a fugir. Encontra os 3 garotos no meio do caminho, e eles a ajudam. Mike leva ela ao seu porão onde garante sua segurança, a garota não fala praticamente nada e é muito misteriosa.

clube dos cincoEm outro lado temos a irmã do Mike, que está “namorando” com um dos garotos mais bonitos da escola, e deixando sua amiga de lado. Certo dia vão a casa desse namorado, mesmo Bárbara não querendo muito, e começam uma pequena social/festinha/pool party na casa dele. E na região temos o Jonathan, fotógrafo, tirando fotos de onde a bike do seu irmão foi encontrada, e ele ouve gritos vindo da casa. E ele fica escondido nas árvores. Todos entram (menos Jonathan, pois ninguém sabe da existência dele ali) e então a irmã de Mike vai subir ao quarto do namorado e deixa a amiga de lado.

jonathan e nancy.jpg Esta volta a parte da piscina e desaparece. E Jonathan registra segundos antes de ela desaparecer, e registra também algumas cenas picantes entre a Nancy (irmã de Mike) e o namorado. No outro dia ele é pego por uma amiga do namorado de Nancy e eles quebram a câmera dele. E humilham ele na frente da garota, que vê em uma das fotos a amiga e guarda para si. Logo depois procurando Jonathan para perguntar da foto. E bem… o resto eu não irei falar.

Se passa em: Montauk, Long Island

  • Minha conclusões

O elenco é novo, eu nunca tinha visto nenhum deles na tv, ou qualquer lugar. O ator que faz o Jonathan me deixou intrigada até eu concluir que ele se parece com o Norman Reedus. Aparentemente, a série foi otimamente ótima recebida no Brasil, pois todos os atores e atrizes estão compartilhando nas redes sociais, uma bandeira do Brasil e dizendo Obrigado. A Eleven é muito fofinha, e ela com o Mike é mais focinha ainda, pois ele é o único que tem paciência com ela, que fala certinho com ela, enquanto os outros dizem que é um erro trazer ela para ali. Amei o Dustin por ele fazer várias referências nerds, como à Star Wars. E, a série em si faz muitas referências a diferentes filmes dos anos 80, como A coisa, os Goonies, E.T, Alien, Clube dos Cinco, Tubarão, Poltergeist,etc, inclusive os próprios diretores ( Matt e Ross Duffer, são gêmeos) falaram que na apresentação da série a Netflix ele juntaram vários clipes dos filmes para poder ilustrar a ideia deles para a série. Assim, na minha opinião a série não da medo, nem susto, pois eu não tenho medo dessas coisas, bem pelo contrário tenho fascinação por esses assuntos diferentes. Mas algumas pessoas não conseguiriam sair da cama por exemplo. E eu preciso da próxima temporada, por favor. Que já falaram, inclusive, que ela fará 1 ano de “pulo” na cronologia.

  • Elenco

cast st.jpg

  1. Finn Wolfhard – Mike
  2. Gaten Matarazzo – Dustin
  3. Noah Schnapp – Will
  4. Caleb McLaughlin – Lucas
  5. Millie Brown – Eleven
  6. Natalia Dyer – Nancy (Irmã do Mike)
  7. David Harbour – Xerife
  8. Charlie Heaton – Jonathan
  9. Winona Ryder – Joyce (Mãe do Will)

Um beijo, um queijo e um algodão doce para vocês.

Between

Hi, Bonjour, Ciao, Cio, Ola … Halo My Friends

Untitled (10)

Já faz um tempinho que venho querendo escrever um pouco sobre essa nova série que pouco vi mas já amei. Bem, a série é Between e irei falar um pouco sobre ela. Ela já esta na sua segunda temporada e é transmitida pela Netflix em associação do canal canadense City, a primeira temporada teve uma boa audiência, cerca de 3,2 milhões (se não me engano) e é suspense, com dramática… De tudo um pouco.

  • História

between-netflix

Se passa na pequena cidade de Pretty Lake, que tem cerca de 8 mil habitantes, e misteriosamente todo mundo acima de 22 anos, ou com essa idade, começa a morrer por uma epidemia. Deixando apenas crianças, adolescentes e ou “adultos” em comando. Pouco a pouco, todos perdem entes queridos e o caos é estalado. Wiley Day é uma garota de 17 anos que está grávida e fica sozinha com sua irmã Mellisa, já que seus pais morreram. Logo, o governo pede para que cremem os corpos e depois de alguns dias eles estão em quarentena.

As crianças começam a achar que é festa, pegam carros e dirigem, assaltam casas e lojas abandonadas. E percebem que não será fácil ver daquele jeito. Chuck Lott começa a querer por ordem na cidade, já que seus pais eram ricos e tudo mais. Monta um grupo e começam a se achar os donos de tudo. Gord e Franny veem que é errado e tentam interferir. Assim como Ronnie e Tracey e Pat, os irmãos que eram de uma família meio barra pesada, fazem o mesmo. Enquanto, Wiley e Adam tentam achar um jeito de sairem dali. Logo, comida começam a faltar. As crianças do orfanato se juntam com as agora sem parentes, adolescentes (liderados pelo Harrison na segunda temporada) se juntam em uma casa e vivem juntos. Gord e Franny tem de achar comida para as crianças do orfanato. Mark e Stacy cuidam do bar que Mark possuía antes de tudo acontecer, e vivem um romance.

O governo promete uma cura e comida para essas pessoas, porém ao invés da cura, começam a matar crianças com uma vacina. Com isso, os mais velhos começam a discutir um jeito de conseguir tirar eles de lá. Porém, o vírus é contagioso, qualquer um que tenha mais de 22 anos e fique por algum tempo perto dos contagiosos, irá ter a morte marcada. Porém, o por que acontece isso só é explicado na segunda temporada ( que é onde você vê que não se pode confiar no governo, ou em empresas, e é onde você percebe que tem muitas complicações pela frente.)

  • Elenco – Principais da 2ª Temp e alguns da 1ª

netflix-original-between

  1. Wiley Day – Jennette McCurdy – sim, a Sam de ICarly.
  2. Adam Jones – Jesse Carere
  3. Chuck Lott -Justin Kelly
  4. Ronnie – Kyle Mac
  5. Tracey – Jordan Todosey
  6. Pat – Jim Watson
  7. Gord – Ryan Allen
  8. Frances (Franny) – Shailyn Pierre – Dixon
  9. Harrison – Percy Hynes White
  10. Mark – Jack Murray
  11. Stacey – Samantha Munro
  12. Liam – Steven Grayn
  13. Renée – Mercedes Morris
  14. Samantha – Abigail Winter
  15. Amanda Lott – Krystal Nausbaum

Bom, eu gostei dessa série pois mexeu com um assunto que eu adoro: Epidemias – não era Apocalipse Zumbi não?! É… Mas apocalipse zumbi não é uma epidemia?! Pois é. Então tudo relacionado a isso, eu adoro, coisas de mutações, de vírus e de doenças contagiosas eu adoro ver filmes, séries e ler livros sobre – Como “A outra vida”, que é um livro que eu amei.

Então é isso, espero que tenham gostado, e bem, me desculpem se falei pouco sobre a história, porém pouca coisa lembro da primeira temporada e quis não trazer muitos spoilers. E preciso confessar uma coisa: eu dei uma pequena apaixonada platônica pelo Harrison, me julguem .-.

Um beijo, um queijo e um pão frito para vocês.

MAY THE 4TH BE WITH YOU!!

Hi, Bonjour, Hello, Oi, Ola … Halo My Friends

Untitled (6)-2.jpg

Depois de 1 mês e pouco eu finalmente coloco esse post ao ar, o motivo é que estava ocorrendo umas paradas na minha vida e fiquei sem meu computador por 1 mês e pouco.

May the Fourth Be with You My Young Padawan!!!

Eu não tenho muito a dizer sobre o meu amor por Star Wars, pois não consigo descrever com palavras, mas digo uma coisa… Mesmo estando ainda meio mal por ter comido algo estragado eu juntei minhas forças e gravei um vídeo para esse dia tão especial! Então espero que gostem e eu espero que eu consiga fazer um especial aqui no blog.

  • Dia de 4 de maio

Dizem que a frase já era dita muito antes de os fãs de Star Wars pensarem em usar, quando Margaret Thatcher foi eleita a primeira mulher ministra na Grã-Bretanha onde sua frase de anúncio no dia 4 de maio era: May the 4th be with you, Maggie. E também porque todos os Star Wars (antes de a Disney comprar a Lucasfilm) eram lançados em maio, sendo o primeiro Star Wars (Uma Nova Esperança) lançado no dia do Orgulho Nerd (dia 25 de Maio) então os fãs acharam legal e mais fácil usar o trocadilho: May the Forth be With You (que no português mesmo não fazendo sentido seria algo como: Que o dia 4 de maio esteja com você) com Forth e Force, que tem quase o mesmo som.

Em 2011, ocorreu a primeira organização de Star Wars para esse dia, em Toronto no lindo e maravilhoso território do Canadá em um Cinema Subterrâneo (sonho) na cidade.

Ocorreram vários quiz sobre a trilogia original, um concurso de cosplay no qual os juízes eram celebridades e em uma tela passava os filmes e os melhores clipes relacionados ao assunto.

Então, todos os anos a partir de 2011 começaram a receber o dia 4 de maio, em vários países, o dia do Star Wars para os Geeks e Nerds desse mundo que vivemos. E no dia 25 de maio de 2007 o conselho de Los Angeles elegeu dia 4 como dia do Star Wars, pois visa a dia de lançamento do primeiro Star Wars. E nesse dia (25 de maio) era o dia do Orgulho Nerd e fez com que começasse a iniciativa para que fizesse o dia do Star Wars, já que o Orgulho Nerd é muito atrelado com Star Wars, Guia do Mochileiro das Galáxias e outros.

E nesse dia, porém consegui filmar o meu vídeo especial.

 

Um beijo, um queijo e um bis para vocês.

Personagem: Poison Ivy (em Funko POP!)

Hi, Hey, Cio, Oi, Hallo, Bonjour … Halo My Friends

DSC_0003

26 dias atrás foi o meu aniversário e marcou o impulso para que um marco histórico na minha vida acontecesse. Uma pessoa, fez de tudo e mais um pouco para que conseguisse comprar o presente que eu queria tanto: um Funko POP!, quando cheguei na escola, ele me entregou o presente com um sorriso no rosto e EU DON’T BELIVO ATÉ HOJE que eu ganhei (EU DON’T BELIVO ATÉ HOJE – eu sei que não é BELIVO e sim BELIEVE mas a minha prima inventou e pega) e então eu dei um abraço nesse e tudo mais e fui imediatamente ver que personagem era e tcharam: POISON IVY!

O bom de ter ganho uma personagem que eu não conhecia muito bem é que possibilitou que eu conhecesse a história dela… Pelo que entendi tem duas versões que são bem parecidas

  • História – Versão da Era de Prata

DSC_0011Drª Pamela Isley trabalhava em um jardim botânico em Seattle foi convencida, através de seu ex-professor: Marc LeGrande e roubar um artefato egípcio que continha ervas antigas. Temendo que ela o denuncie, Marc tentou assassinar Pamela, que acabou sendo contaminada pelas tais ervas que acabara de roubar que eram super letais e identificáveis. Mas ao invés de morrer, descobriu então que desenvolveu uma imunidade que inibia os efeitos das ervas em seu organismo. Adquirindo uma imunidade para todas as doenças e toxinas existentes.

  • História – Versão da Era de Bronze

DSC_0012Após um roubo, Pamela Isley foi envenenada por Jason Woodrue, seu cúmplice. Mas ao invés de morrer acabou desenvolvendo uma imunidade a todos os tipos de venenos, e com isso passou a cometer crimes utilizando plantas letais e mortíferas, até mesmo geneticamente modificadas. Logo mais se alia-se a Harley Quinn, após de quase ser explodida pelo Coringa e Isley salvar sua vida. Mulher-Gato passa a sentir raiva pela Ivy e depois se tornam amigas (vai entender, tudo louca)

  • Habilidades

Imunidade Tóxica– imunidade por veneno e toxina por mais letal que seja.

Hipnose – poder de hipnotizar com um veneno em sua boca transmitido a partir do beijo.

Manipulação de Plantas – Algumas de suas versões, Ivy pode manipular a vida vegetal ao seu redor, e até mesmo transformar geneticamente as que já existem, deixando-as mais perigosas e poderosas.

  • Aparência

Ivy tem os cabelos ruivos, totalmente vermelhos. Sua pele muitas vezes é normal, mas muitas vezes é esverdeada, na qual, muitas das vezes tem o desenho de plantas nas extremidades ou emulares aparentes. Sua roupa varia muito também, mas é mais conhecida pelo “collant” verde feito e coberto por plantas, folhas e cipós.

DSC_0023

Poison Ivy é do estúdio da Dc Comics e foi criada originalmente por Robert Kanigher e Sheldon Moldoff e teve sua primeira aparição nos quadrinhos do BATMAN #181 (Junho de 1966), é inimiga mais longa de Batman mas ao mesmo tempo tem um amor sinistro e estranho por ele.

O que acharam da Poison Ivy ou Hera Venenosa? O que acham desses posts sobre personagens? Deveria fazer um só para a Harley Quinn e para a Enchantress da DC? Preferem Marvel ou DC? Querem mais posts assim ou não?

Um beijo, um queijo e um Toblerone para vocês! E boa páscoa.

 

 

The Walking Dead – S06E05

Hello (It’s Me… Parei), Hey, Oi, Ola, Bonjour … Halo My Friends

twd 6

Vamos continuar a saga, “amanhã eu tenho aula de manhã (sim, ensino médio é assim mesmo, aula de artes e fórum de Ensino Religioso em um total de 2 sábados ao mês, ridículo eu sei, das 8 até 11 horas, mereço) mas não irei desistir de conseguir fazer este post para postar e terminar de editar o próximo vídeo e no domingo estar tudo pronto” Yeah, vamos lá, continuar a outra saga que fala o seguinte “me desculpem não ter postado o post seguido do episódio eu estava com preguiça e em mês de provas” Yeah novamente. Vamos ao Review logo… Claro. Lembro que esse episódio foi bem parado, então não contarei com detalhes tudo que aconteceu até porque não tem muita história.

  • Review

rick trazendo a hordaEpisódio começa com a Deanna subindo na torre de vigia onde algumas pessoas estão conversando e tudo mais, logo começam a ouvir: “Abram o portão!” várias vezes e vai a imagem do Rick correndo e atrás a horda de zumbis que seguiu ele e estava indo a Alexandria, o portão é aberto e Deanna fica inconformada, todos os zumbis ficam ao redor dos portões. Rick começa a reforçar o muro e Tobin o ajuda e fala sobre as primeiras impressões de Rick. As pessoas começam a se juntar vendo o muro ser reforçado e Rick dá uma lição para elas, dizendo que os muros são fortes mas é por precaução.

deanna planos.jpg

Planos da Deanna. Frase do poeta romano Ovid que vem da frase:  “Perfer et obdura, dolor hic tibi proderit olim” que traudzida significa: “seja paciente e resistente; um dia esta dor será útil para você”

Jessie leva corpo da lobo que matou para cemitério onde encontra Rick e ele informa que os corpos não são enterrados lá, pois não enterram assassinos dentro dos muros. Mercado está racionando comida mas alguns habitantes estão muito revoltados por esta mudança e Spencer diz que eles precisam racionar para poder durar mais e conscientiza as pessoas. Maggie está construindo armas para poder escapar e Aaron vê, assim com vê as pessoas escrevendo os nomes dos habitantes que já morreram, Aaron encontra Maggie no arsenal e fala que vai ajuda-la mas ela não quer ajuda e mesmo assim ele insiste dizendo que conhece o lugar para sair seguramente. Deanna da a louca a começa a fazer planos da sociedade perfeita que seria Alexandria, a criar planos.

 

Ron está brincando com a faca quando Carl chega perguntando de Enid, e Ron começa a ficar puto, dizendo que ela era namorada dele e tudo mais, Carl fala que vai procurar por ela e Ron enfrenta ele, eles fazem um empurra-empurra e Carl ganha, Ron dá a real para ele, dizendo que terá que contar a Rick e que ele irá atrás de Carl e pessoas irão morrer e Carl repensa no assunto.

tara e deniseDenise está tentando estudar as possíveis causas de um paciente estar daquele jeito e Tara chega dizendo para ela não desistir. Jessie está andando pela comunidade quando vê sangue no vidro de uma das casas e é Betsy que estava como zumbi, Jessie a mata e da um discurso para as pessoas aterrorizadas que estava lá: dizendo que não podem ignorar a realidade.
ron atirando.jpgAaron mostra o esgoto para Maggie e os dois se deparam com dois zumbis e se livram deles, Aaron se machuca e logo chegam ao final do esgoto e Maggie desiste. Denise então descobre o que fazer para o paciente e encontra Tara para beijá-la e isso ela faz. Rick tenta fazer contato com Glenn, Sasha, Daryl ou Abraham por um ponto de vigia mas não obtém sucesso e Ron chega para falar sobre o plano de Carl e para pedir para Rick ensinar ele a atirar para proteger a sua mãe e irmão (mas sabemos que ele quer matar o Carl) e Rick tira as balas de seu revólver e da a Ron “brincar” um pouco e ver como que é.

aaron e maggie.jpgAaron e Maggie conversam e Maggie revela que está grávida e que não tem nenhuma lembrança de Glenn, e alguns zumbis ouvem e avançam sobre a porta do esgoto. Jessie fala com Sam enquanto leva cookies para o garoto e ele não quer saber de conversar sobre. Deanna a noite acha um zumbi enquanto está levando as coisas que o filho roubou do mercado para o mesmo, uma garrafa e o resto cai no chão e Deanna pega a garrafa e enfia mil vezes no zumbi e Rick chega a termina com ele. Maggie e Aaron conversam na vigia e Maggie desce para apagar os nomes de Nicholas e Glenn do muro e Aaron junta-se a ela. Rick vai falar com Jessie e no final se beijam. Deanna da a louca no portão batendo nele e quando sai a câmera da zoom no sangue escorrendo pelo muro.

Então é isso, mais um episódio, menos um peso para o meu coração continuar batendo e me senti realmente aliviada, será que consigo o resto dos episódios até amanhã?!

Pasta de The Walking Dead para os outros episódios.

Um beijo, um queijo e um leite condensado para vocês.

 

 

 

 

Aniversário do Blog: Ano 1

Hi, Hello, Bonjour, Ciao, Cio, Hallo, Oi, Ola, Hey… Halo My Friends

pow

Voltando as antigas… Hahah

Hoje, finalmente, estou aqui para poder agradecer vocês. Como assim? Bom, 1 ano e 8 dias atrás (dia que estou escrevendo é 12/02), eu e minha prima começamos este blog que foi tão inesperado e ao mesmo tempo tão planejado. Eu me lembro de termos começado a idéia inda em Ipatinga- MG e que foi bem perto do aniversário do nosso primo e da minha mãe (entre 25 e 28/01) e então começamos a pensar em nomes, logos, layout e muito mais. E depois de mais ou menos uns 10 dias ou menos, conseguimos sair no resultado imaginado e eu fiquei lisonjeada em fazer parte.

Então, lá estávamos nós, duas garotas de Curitiba, uma prestes a se mudar e a outra na casa dela pois estava de férias, que no caso desta última era eu, criando um blog no qual não acharíamos que iria dar certo. Eu me lembro como se fosse ontem, a Luana falar que o blog estava demais e tudo mais. Postou o 1 post, era as saudações e logo em seguida, escreveu sobre um herói de quadrinhos que uma pessoa de Curitiba tinha criado. E também lembro de me falar por FaceTime ou WhatsApp (não me lembro exatamente) que queria seguir com seu blog que já existia o Interligados com o Mundo, eu na época fiquei muito arrasada, mas continuei com a ideia do blog e postei meu primeiro post, exatamente no dia 04/02/2015, e bem, é isso que o blog informa então vamos acreditar. E eu lembro exatamente da pessoa que eu era quando escrevi aquilo: eu estava totalmente insegura com o fato de começar algo novo, estava com medo de chegar no colégio e zoarem de mim, enfim, foi por esse motivo que eu fiquei guardando segredos dos meus amigos até depois do meu aniversário.

E bem, no começo eu não tinha nenhuma expectativa, e ele foi crescendo, crescendo e hoje, eu vejo ele como uma porta para a garota que eu era e a garota que eu sou. Em 1 ano, eu mudei. Mas não é isso que eu quero falar, é sobre o blog. Continuando. Logo veio o segundo post (que tenho que agradecer a Cecilia de 1 ano atrás pois posso me orgulhar dizendo que é de The Walking Dead), o terceiro, o quarto, enfim, so tinha as views dos meus parentes, e depois de uns meses, começou a subir os views, e por algum motivo, mesmo querendo no começo, eu não parei de postar, e comecei a ganhar mais views e fiquei cada vez mais orgulhosa de mim mesma. Em 1 ano, o blog conseguiu ter um conteúdo razoável e bem, mais views e pessoas do que eu imaginava. Então, exatamente no dia 29 de dezembro eu tomei a iniciativa de criar o canal: NerdeekQueens o canal no qual estou bem orgulhosa também, então obrigada a todos por fazerem esse sonho virar realidade, e que em 2016 possa me trazer mais orgulho do que tive em 2015, saibam que cada view era uma comemoração.

O que eu tenho que fazer é agradecer, no ano de 2015 foram: 1.399 views, 730 visitantes, 12 curtidas e 17 comentários, 42 posts e 120 seguidores e hoje, contando tudo (2015 e 2016) são 1.869 views, 984 visitantes, 14 curtidas e 17 comentários, 44 posts (contando com esse 45) e 131 seguidores no total, então o que posso é agradecer, daquele jeitinho…

Um beijo, um queijo e um agradecimento para vocês.

 

Desafio de Ferro – Cassandra Clare & Holly Black

Hi, Hallo, Cio, Bonjour, Ola, Ciao … Halo My Friends

IMG_2384 (1)

E se duas amigas decidirem escrever um livro juntas? E se, melhor ainda, forem escritoras de sucesso com diversos livros publicados? E se essas duas fossem nossa querida Tia Cassie e Titia Holly ( não eu não tenho intimidade para falar assim com elas, o que é uma pena, mas aqui no blog é outra história)? Instrumentos Mortais e A Menina Mais Fria de Coldtown significa algo para vocês? Bom, para mim significa, and Guess What? Hoje estreia o seriado derivado dos “Instrumentos Mortais” no Netflix e eu estou muito feliz.

Não faz muito que eu terminei de ler Desafio de Ferro e me apaixonei, o livro é escrito por uma das autoras que mais gosto: Cassandra Clare e ainda por cima ele é muito fácil de ler, pois as letras são medianas e os capítulos bem variáveis, como assim? Alguns são bem compridos e outro curtos. Ele tem se não me engano cerca de 500 páginas e é ficção.

  • Review

IMG_2387O livro conta a história de Callum Hunt, um garoto cujo pai é um ex-mago da escola de Magisterium, onde pessoas que tem o dom entram e aprendem sobre mágica e ele tem 12 anos. No começo do livro vemos que tanto Callum quanto seu pai não querem entrar na escola de magia. E para isso, seu pai fala para Callum ir super mal no teste de iniciante.

Callum é manco de uma perna devido a quando ter nascido sua perna ter sido triturada por causa da guerra contra o “Inimigo”, e seu pai (Alastair) ter se recusado a usar magia da cura para curar a perna do garoto e passou a viver como um mero ser humano. Callum chega no teste e mesmo no fundo não querendo, ele vai mal. Mas é aceito pelo Mestre Rufus (que seu treinamento é bem diferente do que os outros mestres, como arrumar em montes diferentes areia mais escura e mais clara com o domínio da magia dentro de uma sala de areia, durante dias), junto a Aaron e Tamara. Mesmo com seu pai totalmente bravo por ele ir a escola de Magia e não querendo saber muito de Magia e ir a escola, Call vai junto aos novos amigos. Seus ensinamentos fundamentam-se em:

IMG_2388 (1)

O FOGO QUER QUEIMAR

A ÁGUA QUER CONSUMIR

O AR QUER SE ESGUER

A TERRA QUER SE UNIR

O CAOS QUER DEVORAR

Significando os elementos que podem ser dominados pelos magos, o caos significa o “Inimigo” que eles querem tanto derrotar, pois apenas ele é dominado pelo Caos, o tornando super perigoso. Para isso, os magos estão tentando achar um Makar, ou seja, ele tem o domínio do Caos, e ele pode derrotar o “Inimigo”.

Com isso, Call começa a gostar da nova escola, começa a quer continuar lá, tem amigos e tudo mais, mas algumas ameaças são vistas e enfrentadas. Vários testes estão para acontecer, e bem, eu não irei falar mais do que isso pois estraga o prazer de ler o livro.

Eu super indico esse livro pois afinal ele é da Cassandra Clare, tem um clima tipo Harry Potter e é super fácil de ler, eu juro que terminei em 2 dias. Esse é o primeiro dos 5 livros que vão ter, ano passado estreiou o segundo livro: Luva de Cobre.

IMG_2386 (1)Já no começo do livro você percebe que os 5 livros podem significar cada ano que os personagens irão enfrentar: Ano de Ferro, Ano de Cobre, Ano de Bronze, Ano de Prata e Ano de Ouro, e bem Callum este ano vai ao Ano de Bronze receber seu bracelete de Bronze (cada ano eles ganham um bracelete que corresponde ao ano que estão e os da acesso a sala diferentes e correspondentes ao ano que estão).

Eu quero muito ler o segundo livro e já esperar pelo terceiro e ainda por cima, vai ter as série derivadas de “Os Instrumentos Mortais” esse ano, escrito pela Cassandra Clare, e eu quero muito ler.

PS.: Claro que eu não contei muita coisa, pois tem muito spoiler que fala tudo sobre o livro, então eu decidi não contar muito da história. E essa fotos foram tiradas bem rapidamente pois eu ia empacotar para presente para fazer uma “pegadinha de natal” com a minha prima, pois esses livros (A outra vida e Desafio de Ferro) eram dela e eu tava com eles a muito tempo, então eu peguei e coloquei os livros dela primeiramente dentro de várias caixas e então o livro autografado pelo Timothy Zahn, “O Herdeiro do Império“, que era seu presente real de natal.

Um beijo, um queijo e uma beterraba para vocês.

A Outra Vida – Susanne Winnacker

Hi, Hello, Hallo, Cio, Ciao … Halo My Friends

IMG_2381

Faz uma semana, mais ou menos, que terminei de ler o livro: A outra vida da Susanne Winnacker e logo de cara me encantei pelo livro. Bem, fazia um tempo que eu queria ler ele, e também fazia muito tempo que eu havia emprestado o mesmo da minha prima, juntamente com Desafio de Ferro. Mas quando eu comecei a ler, eu juro que foi mais ou menos umas 3 ou 4 horas com uma pequena pausa no meio. Pois ele (o livro) é viciante e te deixa totalmente compenetrado no mundo em que a protagonista vive.

Como alguns sabem, eu realmente gosto do assunto apocalipse, sendo ele por zumbi, um vírus, raiva, mutação, bactéria, etc. Por exemplo eu adoro The Walking Dead e consequentemente adorei esse livro. Bem, vamos a história, resumidamente.

SE VOCÊ NÃO LEU ESSE LIVRO AINDA, CUIDADO TEM SPOILERS. 

  • Review

IMG_2382
Tudo começa com Sherry e sua família dentro de um abrigo particular na cidade de Los Angeles, e bem, digamos que acabou a comida. Sherry e seu pai decidem sair do abrigo depois de mais ou menos 3 anos dentro dele. Sherry primeiro sente como é o ar fresco e como é ver sua rua depois de anos trancada, mas bem, as casas não estão arrumadas, não há vizinhos pelos arredores e a vida que vivia na atmosfera no lugar não existe mais. Então, decidem ir a um supermercado perto de sua casa, e quando estão coletando alguns suprimentos ouvem barulhos, logo apontam suas armas e veem uma figura no final de um dos corredores. Pai de Sherry pede para a garota correr e ela corre para fora do supermercado ouvindo tiros e logo silêncio. Volta correndo ao local e vê apenas um rastro de sangue e uma das criaturas, o ser corre para sua direção e Sherry atira uma, duas, três, quatro, cinco e sei lá mais quantas vezes e logo acaba suas balas na arma. A criatura quase a alcança e bem, ela ouve um tiro. O dono do tiro era Joshua, um jovem como ela mas digamos… mais treinado.

IMG_2380
Ele a leva a um lugar seguro onde poderá cuidar dos ferimentos que levou na cabeça e no pé. Mesmo dizendo que precisava voltar a família, Joshua levou-a a uma lugar chamado Refúgio e no dia seguinte, eles saem em busca da família de Sherry e de seu pai. Depois de muitas tentativas acham o pai e vão novamente ao Refúgio. Logo um amor começa a crescer entre Joshua e Sherry e ele faz de tudo para protege-la. Mesmo em situações de risco, como quando foram atacados pelas criatura denominadas Chorões no lugar que julgavam seguros.

E o resto não irei contar pois o final do livro é o melhor. Bem, quando minha prima terminou o livro eu fiquei tanto enchendo o saco pois queria saber o final e li o livro inteiro sabendo o mesmo, porém quando cheguei na última página percebi que não era aquilo que acontecia e sim algo totalmente o contrário. E bem, ao mesmo tempo que fiquei feliz, fiquei frustrada pois li o livro achando que sabia o final.

Mas enfim, eu fiz um vídeo que também foi um review desse livro e é meu primeiro vídeo no canal e gostaria que vocês se inscrevessem se possível e se gostarem. Então, espero que gostem.

Um beijo, um queijo e um quiche para vocês.