Tag: Amo ou Odeio

Hi, Ciao, Hoi, Hello, Oi, Ola…Halo My Friends

Fui indicada a responder uma tag que eu particularmente achei bem legal. É uma tag que tem algumas regras:

  • Falar 10 coisas que odeia e ama
  • Indicar 10 blogs
  • Colocar a imagem da Tag
  • Colocar o link de quem indicou
  • Colocar o blog de quem criou  ( Cherry Cookie )

A ordem não é por “preferência” , e sim aleatória.

10 coisas que amo:

  1. Videogame e games ( tanto de Pc quanto de console )
  2. Cheiro de livros e livros
  3. Blogs
  4. Youtube / Canais do Youtube
  5. Animais ( cachorros e gatos)
  6. Adrenalina ( ex.: arco e flecha, ou uma montanha russa, ou um bungee jumping)
  7. Música
  8. Séries e Filmes
  9. Frio
  10. Viajar

10 coisas que odeio:

  1. Não ter dinheiro
  2. Preconceito
  3. Comprar roupas
  4. Mundongo ou Dobradinha ( o bucho do boi )
  5. Filas que não andam
  6. Chegar atrasada
  7. Não conseguir algo que quero muito
  8. Esquecer o que eu ia dizer
  9. Não ter assunto
  10. Muita tarefa de casa

Fui indicada pela minha prima Luana do blog:  Interligados com o Mundo 

E indico a fazerem também:

Isabele ( Frio e Coberta)

Laura ( Biblioteca da Minha Vida )

João Gabriel ( Interruptor Nerd )

Richard Max ( Rmax )

Lucas ( Vem que eu te conto )

Leo ( Conte – me seus sonhos )

Paola ( B4 I die I want to )

Michael ( U – Smile )

Janice ( Vamu Junto? )

Samuel ( MesRoom )

Espero que os indicados façam a tag também. Um beijo, um queijo, e uma tapioca pra vocês.

Anúncios

Star Wars – Parte I

Hi, Hallo, Oi, Ola, Hey… Halo my friends
2000px-Star_Wars_Logo
INTRODUÇÃO DE 2 MESES ATRÁS…

Como todos já sabem há algum tempo foi o #StarWarsDay ou “May the 4th be with you”: Dia 4 de Maio, Dia homenageado a Star Wars. Eu confesso que amo Star Wars porém eu não terminei de ver o 2 e nem o último… porque no dia que estava passando maratona, eu, tinha alugado o primeiro e, quando terminei já estava na metade do terceiro e vi até o quarto, me recusando a ver o último por não ter visto o segundo. É complicado e eu já cafundi (hehe) minha cabeça e vou retornar com os filmes esta semana e fazer maratona.

INTRODUÇÃO DE HOJE

TERMINEI…AMEI…BRILHEI. TERMINEI STAR WARS GENTE! ” Nossa ela terminou star wars, só agora queridinha?! Terminei já faz tempo!” Pra não falar palavrão, bom pra você, porque eu terminei e estou muito muito feliz por ter terminado. Só tenho algumas palavras: Melhores filmes já vistos pela minha pessoa, não é atoa que todos amam e se viciam. O que irei falar é o que é o Star Wars, sobre o que se trata e por que amar tanto a hexalogia.

  • Como tudo começou

George Lucas (produtor, criador, roteirista e diretor deste universo) frequentava a University of Southern California e era amigo de outra pessoa assim como ele: sonhadora com o nome de Francis Ford Coppola. Foi quando começou a vender pequenos projetos e ganhar prêmios pelos seus trabalhos. Logo foi contratado pela Warner Brothers como estagiário e, como auxilio de Coppola, convenceu a empresa de transformar seu curta THX em um longa- metragem, mas a Warner odiou o resultado e pediu que o dinheiro foi retalhado e devolvido para o lançamento no cinema. Logo após tentou com o American Graffiti, onde teve sucesso nos públicos e fez com que o cineasta  tirasse do papel o projeto do então esperado: Star Wars.

No começo, seu roteiro tinha cerca de 6 horas de filme, mas por pura inspiração ele decidiu cortar em seis filmes e usar apenas o três últimos, por achar mais interessantes. Mas a venda do projeto foi recusado pela Warner e pela Universal pelo motivo de que o assunto: GUERRA – FICÇÃO CIENTÍFICA não estavam em alta para o maior público: as crianças. Mas, (sempre tem um mas e este mas foi milagroso) pela obra do destino a FOX foi convencida a não desdenhar o projeto, Alan Ledd Jr. viu um grande potencial no conteúdo e mexeu alguns pauzinhos dentro da empresa e convenceu os george-lucaschefes. Nos acordos foi assinado que George Lucas poderia ficar com todos os direitos pelo derivados de seu conteúdo e os direitos da sua sequencia pelo simples fato da Fox desacreditar em um filme sobre espaço.

Porém uma forte barreira foi erguida entre a execução do filme e os efeitos especiais: todas as empresas de efeitos especiais estavam falidas, o que levou Lucas a um PLANO B, ele então fundou a: ILM – Industrial Light And Magic, que em nossos dias é sinônimo de inacreditáveis efeitos especiais. Mesmo com 8 milhões de dólares na mão Lucas enfrentou todos os problemas possíveis:

  1. Descontentamento com o elenco
  2. Atraso nas produções
  3. Calor insuportável
  4. Figurinos muito elaborados que não funcionavam direito
  5. Tempestades de areia na Tunísia (lugar onde filmavam os desertos)

Então tudo estava a um fio de estourar o orçamento e cancelar o filme. Porém mesmo sem esperanças surgiu o entitulado Star Wars (sem o subtítulo Uma Nova Esperança) em 25 de maio de 1977 George-Lucas-Star-Wars-TV-showe adivinha: O SUCESSO FOI ESPETACULAR, MAGNIFICO. Todas as salas de cinema foram lotadas, e não tinha nenhuma iniciativa de propaganda. A divulgação de Star Wars foi feita pela empresa que o próprio George Lucas criou: LucasFilm, e hoje ele é dono: Lucasfilm; LucasArts; Industrial Light & Magic; Lucasfilm Animation; Skywalker Sound; Lucas Licensing; Lucas Online e George Lucas Educational Foundation. Algumas das empresas criadas por ele viraram independentes como a: Avid Technology, THX e Pixar Animation Studios (Sim, a Pixar, aquela de Toy Story, dá Disney).

O livro de Star Wars vendeu mais de 500 mil cópias, o filme arrecadou muito mais do que o investimento inicial e rendeu 10 indicações do Oscar em 1978. E todos os fãs despertaram interesses pelos personagem, o que fez Lucas em parceria com a Fox de fazer Colecionáveis da franquia. Logo dois novos filmes foram incrementados na fila de produção: 3 anos depois estreava “O Império Contra Ataca” (Ep.5) , e 6 anos depois ” O retorno de Jedi” (Ep. 6). Começava assim uma nova era para Hollywood.

E o resto irá ser explicado em outro post.

Um beijo, um queijo e um chocolate Milka para vocês.

Cidades de Papel – O filme

Hi, Hey, Ciao, Oi, Hello… Halo My Friends

13084310 Há pouco tempo estreiou no cinema o lindo segundo filme do nosso querido autor: John Green ( Ou João Verde, para os  NerdFighters brasileiros) e irei fazer uma comparação do trama nos dois jeitos.

Para saber a história do livro, clique aqui.

  • Críticas e Mudanças

O filme começa com a seguinte mudança: na noite que Margo chega na janela de Quentin, o pai dela chama ela e ela não volta para casa para depois fugir novamente com Q, ela simplesmente ignora e foge com Q. As 11 coisas que Margo precisa fazer, mudam para 9 coisas e apenas cerca de 5 mostra no filme, o que me decepcionou um pouco:

  1. Eles vão ao mercado √
  2. Casa de Becca √
  3. Casa de Chuck √
  4. Carro de Jase √
  5. Casa de Jase ×
  6. SunTrust √
  7. SeaWorld ×
  8. Invadem a casa errada ×
  9. Tirar foto de Jase √
  10. Casa de Karin ×
  11. Carro de Lacey – substituido por deixar um peixe na casa dela.

Na viagem deles apenas mostra 3 horas do ocorrido, não as 24 horas que passaram dentro do carro, mostra: eles fazendo a primeira parada e pegando comidas, bebidas e roupas ( e não, eles não estão de Beca)- Obs.: Ansel Elgort aparece sendo o cobrador do posto- mostra eles conversando, eles quase batendo e ficando a noite na floresta – que proporcionou a primeira vez de Radar e Angela, o convite de Lacey para o baile com o Ben, e eles chegando na cidade de papel. No final do livro, Quentin encontra Margo escrevendo e com o cabelo curto lá no galpão da cidade de papel e juntos enterram o caderno preto que ela sempre levava consigo. No filme, ele não encontra ela no galpão, ela não está de cabelo curto, eles tomam uma bebida, eles se bcidades-2eijam, ela está com o caderno preto e Q volta a Orlando e vai ao baile de formatura. Ainda no final: Radar, Quentin e Ben se abraçam, cada um pega seu carro e seguem rumos diferentes, Quentin reflete sobre Margo, onde ela está e se está feliz – “Alguns viram ela dando aulas de surf na California e outras viram ela estrelando um espetáculo de teatro”-  e acaba o filme. A grande lição que aprendemos com Margo é que as pessoas nem sempre são o que parecem e o que é, de fato, uma cidade de papel. Uma cidade de papel é uma cidade fantasma, que cartógrafos colocam nos mapas por direitos autorais, então isso esta muito relacionado com as pessoas, ás vezes ela não são quem aparentam ser e você se decepciona descobrindo as suas diferenças, é como se fosse um outro lado da pessoa, um lado fantasma. A primeira impressão que tive quando peguei o livro foi que a história rodaria em cima de Margo e Quentin, mas não, a história gira em torno de Q e dos amigos, o que deixa mais emocionante o livro e mais engraçado o filme.

  • Atores/ Atrizes
  1. Nat Wolff – Quentin Jacobsen
  2. Cara Delevingne – Margo Roth Spielgeman
  3. Justice Smith – Marcus “Radar”
  4. Jaz Sinclair – Angela (namorada de Radar)
  5. Halston Sage – Lacey Pemberton
  6. Austin Abrams – Ben Starling

O produtor é o John Green, Jake Schreier como diretor. Drew Matthews, Robert Crayton, Tom Hillmann, Griffin Freeman, Caitlin Carver e Meg Crosbie sendo roteiristas, os mesmo de ” A Culpa É das Estrelas”.

Nota: 5 entrelas

Um beijo, um queijo, um brigadeiro e uma nutella para vocês.

Terremoto- A falha de San Andreas

Hi, Hey, Ciao, Hallo, Oi, Ola… Halo My Friends

Terremoto-Falha-de-San-Andreas2

Filmes, quem não ama filmes? Temos muitos gêneros disponíveis como: ação para a adrenalina, romance para os apaixonados, drama para as lágrimas, aventura para os aventureiros. Enfim muitos gêneros para poucos sentimentos. O filme que venho a falar hoje é o Terremoto – A falha de San Andreas ( ou a Falha de Santo André para os íntimos). O filme me empolgou de maneira diferentes e vamos a resenha.

  • Sinopse

Um terremoto atinge a Califórnia e faz com que Ray (Dwayne Johnson), um bombeiro especializado em resgates com helicópteros, tenha que percorrer o estado ao lado da ex-esposa (Carla Gugino) para resgatar a sua filha Blake (Alexandra Daddario), que tenha sobreviver em São Francisco com a ajuda de dois jovens irmãos.

  • História

O nosso querido Dwayne Johnson ficou  com o papel de Ray, um bombeiro/ piloto de helicóptero, que tem o título de melhor bombeiro. O filme começa com ele resgatando uma garota, que por um abalo nas montanhas a fez cair junto ao carro e ficar presa no meio da ravina. Bom, Ray a resgata e o filme então foca para um professor especializado em abalos sísmicos, Lawrence. Logo mostra o professor dando sua aula, e falando da própria Falha de San Andreas, e quando volta a sua sala, o Dr. Kim Chung (Will Yun Lee) avisa que detectou possíveis abalos sísmicos em uma represa. Os dois se encaminham para o lugar e Kim observa junto com computadores os abalos ficarem mais perigosos, ritmados e mais fortes. E assim começa a trama. Kim morre na tentativa de salvar uma garota, e o desmoronamento da represa Lawence vê seu amigo sendo levado pela água. Novamente volta a Ray, que está enfrentando problemas na família: sua esposa quer se separar e se casar com um bilionário chamado Daniel Roddick (Ioan Gruffudd, o senhor fantástico do antigo quarteto fantástico). Daniel viaja junto com Blake (Alexandra Daddario), filha do casal Ray e Emma (Carla Gugino), para São Francisco. Voltando ao professor, este junto com seus alunos, estão dando entrevistas, e logo é noticiado que os terremotos começaram a crescer na escala Richter, claro que como previsão. Então começa a tensão.

O primeiro abalo deixa Blake presa dentro do carro do bilionário Riddick, que fugiu e negou ajuda a Blake. Para sair desta fria ela então recebe ajuda de dois irmãos britânicos ( Hogo Johnstone- Burt =Ben e Art Parkinson =Ollie) que conheceu a pouco tempo e um deles estava esperando para uma vaga no trabalho do Riddick, ao conseguir tirar Blake de lá. Os três então vão a cidade que está catastrófica, e Blake chama seu pai, que, este está resgatando a sua ex-esposa.

Bom, esse é o começo do filme, então não vou falar o filme inteiro, fica na curiosidade de vocês decidir se vão ver ou não.

  • História científica
Nesta imagem, mostra a Falha de San Andreas

  Nesta imagem, mostra a Falha de San Andreas

A história se passa em São Francisco, ou seja, bem no lugar onde uma fenda pode separar para sempre a costa californiana da California. Como assim? A falha de San Andreas nada mais é do que o encontro de duas placas tectônicas, a Placa do Pacífico e a Norte- Americana, esta falha geológica fica localizada no litoral da Califórnia e estima-se que em 3 décadas possa ocorrer um dos maiores terremotos do mundo. Esta estimativa aconteceu exatamente no filme, que deu-se o luxo de conseguir 9,6 na escala Richter, ou seja, o maior já visto. Cientista falam que isso acontece cada vez mais forte em todos os lugares do Anel de Fogo, que é um conjunto de locais que sua costa é para o pacífico, neste conjunto o único lugar que ainda não teve se território abalado foi a falha de San Andreas. Lembrando que esta falha tem aproximadamente 1.300KM de extensão, então seria uma grande catástrofe que a humanidade já viu.

Obs.: já ocorreu alguns sismos nesta falha e ela cedeu um pouco: 1906- 7,8 na escala Richter, 1857- 8,0 e em 1989-7,1.

  • Opinião

Se esse não foi um dos melhores filmes que eu vi não duvido. Ele me prendeu a história, o cenário, os efeitos especiais, eu praticamente senti como é viver dentro de um terremoto. Como vi com a minha prima sempre leva uma emoção a mais, porque a gente não cansa de falar sobre o assunto. Cada vez que eu olhava para a Luana/ minha prima, via que estava na mesma coisa que eu, aquele sentimento do filme: roemos unhas, se prendemos na cadeira, tomamos muito refrigerante e comemos a maior pipoca que tinha.

No começo do filme já tinha aquela aflição pelo que iria acontecer, o Dwayne fez um papel excelente e de dar inveja, já me imaginei dentro do prédio que estava caindo, ou do helicóptero pousando miseravelmente feio, ou da velocidade que o barco estava para conseguir fazer uma coisa kamikaze, me imaginei ali dentro, com todos os sentimentos, dores, ou qualquer coisa que os personagens estava vivendo.

Ou seja, fiquei muito impressionada com o filme, porque a gente não ia ver exatamente San Andreas uns dias antes e ver San Andreas, achamos que iria ser fraquinho, mas vimos que não era verdade.

Nota: 5 estrelas

  • Atores
  1. Dwayne Johnson como Ray Gaines
  2. Carla Gugino como EmmaJoby
  3. Alexandra Daddario como Blake Gaines
  4. Paul Giamatti como Lawrence
  5. Ioan Gruffudd como Daniel Riddick
  6. Archie Panjabi como Serena
  7. Hugo Johnstone-Burt como Ben
  8. Art Parkinson como Ollie
  9. Colton Haynes como
  10. Todd Williams como Marcus Crowlings
  11. Matt Gerald como Harrison
  12. Will Yun Lee como Dr. Kim Chung
  13. Kylie Minogue como Beth Riddick
  14. Kledyr Jordano como Jacky

Então é isso, espero que tenha tido curiosidade suficiente para ir ver o filme porque não vão perder nada, claro que alguns não irão gostar mas eu amei e acho que outros irão gostar também. Um beijo, um queijo e um leite condensado para vocês.