Um pouco sobre a (minha) vida.

Hi, Hallo, Oi, Bonjour … Halo My Friends

galaxy-2.jpg

Eu só queria pedir mil desculpas, pois não tenho postado nada já faz algum tempo, e não é porque eu não quis, mas simplesmente estava numa fase tão ruim da minha vida que tudo (até o colégio) eu tive que trocar. Bom, primeiramente, eu me mudei de Curitiba, sai da casa dos meus pais e vim morar com meus tios e minha prima. Mudei de colégio para uma experiência diferente (do particular para um estadual), pois tudo estava me fazendo infeliz naquele lugar: estudar, amigos, inimigos, boys, professores… Enfim eu precisava de um lugar que me deixasse feliz novamente. Sem contar que a situação lá em casa não estava das melhores, e percebi que tanto eu quanto meus pais precisávamos de um espaço para organizar a cabeça.

E então, em um dia do final das minhas férias – já tinha pensado em tudo: mudar de colégio, economizar nisso ou naquilo, tentar me focar nos estudos, e nada de mudar – cheguei para a minha mãe e falei: Mãe, e se eu fosse morar com a Luana?, dai foi indo, falei com a tia, com a Luana, com o tio, pedi opiniões de outros, arrumei as datas, estudei para as provas, faltei bastante no colégio, e em 1 mês e pouco depois eu estava arrumando as malas para ir para Goiás, Santa Helena de Goiás, interiorzão.

Se estou melhor? Estou. Estou feliz, estou com amigos mais velhos, tenho amigos da minha idade, estou saindo mais, virando mais responsável, pensando mais na vida e organizando ela. Claro que o intuito no começo era apenas fugir, mas logo comecei a receber responsabilidades e deveres que eu não possui e conviver com novas regras. E vi que é difícil começar algo novo, meio que do zero, mas ao mesmo tempo você vê que a vida tem seus altos e baixos, que num momento você pode estar se achando forte e no outro você esta chorando as escondidas. Claro que você não quer, claro que você acha que é forte, mas numa hora você não aguenta, ainda mais quando um turbilhão de coisas vão acontecendo e mudando junto aos seus pensamentos, e logo você precisa de alguém para desabafar, e essa pessoa logo te fala: você está amadurecendo, e meio que você começa a enxergar o mundo de uma maneira diferente. Começa a ver que aquela coisa que tinha tanto significado para você dias atrás, não tem mais nada agora. E isso pode acontecer com qualquer um, pois no momento que amadurecemos percebemos coisas que julgávamos estúpidas e sem significado virarem coisas concretas e significativas em nossas vidas. Pode ser um livro, uma pessoa, uma foto. E logo você começa a ter um melhor conhecimento de mundo, uma visão mais adulta do que está acontecendo com você, e o melhor é que nesse momento começamos e pensar em maneiras para sair disso, em soluções.

No exato momento que comecei a escrever isso não tinha esse intuito, mas ontem estava tendo uma discussão sobre isso, que a vida não é um conto de fadas, ela é um livro, e como em todo livro você ter as ápices e as depressões. Mas o melhor de tudo isso é quando você começa a reler o que escreveu, e refletir, pensando no que pode escrever nas próximas páginas, e bem, enquanto está fazendo isso, você já esta escrevendo alguma coisa, e tudo vira um ciclo. Então na nossa vida temos risadas e choros, temos decepções e superações, arrependimentos e orgulhos, são os nossos altos e baixos, e bem, o melhor de tudo isso é que você é o autor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s