Star Wars – Parte I

Hi, Hallo, Oi, Ola, Hey… Halo my friends
2000px-Star_Wars_Logo
INTRODUÇÃO DE 2 MESES ATRÁS…

Como todos já sabem há algum tempo foi o #StarWarsDay ou “May the 4th be with you”: Dia 4 de Maio, Dia homenageado a Star Wars. Eu confesso que amo Star Wars porém eu não terminei de ver o 2 e nem o último… porque no dia que estava passando maratona, eu, tinha alugado o primeiro e, quando terminei já estava na metade do terceiro e vi até o quarto, me recusando a ver o último por não ter visto o segundo. É complicado e eu já cafundi (hehe) minha cabeça e vou retornar com os filmes esta semana e fazer maratona.

INTRODUÇÃO DE HOJE

TERMINEI…AMEI…BRILHEI. TERMINEI STAR WARS GENTE! ” Nossa ela terminou star wars, só agora queridinha?! Terminei já faz tempo!” Pra não falar palavrão, bom pra você, porque eu terminei e estou muito muito feliz por ter terminado. Só tenho algumas palavras: Melhores filmes já vistos pela minha pessoa, não é atoa que todos amam e se viciam. O que irei falar é o que é o Star Wars, sobre o que se trata e por que amar tanto a hexalogia.

  • Como tudo começou

George Lucas (produtor, criador, roteirista e diretor deste universo) frequentava a University of Southern California e era amigo de outra pessoa assim como ele: sonhadora com o nome de Francis Ford Coppola. Foi quando começou a vender pequenos projetos e ganhar prêmios pelos seus trabalhos. Logo foi contratado pela Warner Brothers como estagiário e, como auxilio de Coppola, convenceu a empresa de transformar seu curta THX em um longa- metragem, mas a Warner odiou o resultado e pediu que o dinheiro foi retalhado e devolvido para o lançamento no cinema. Logo após tentou com o American Graffiti, onde teve sucesso nos públicos e fez com que o cineasta  tirasse do papel o projeto do então esperado: Star Wars.

No começo, seu roteiro tinha cerca de 6 horas de filme, mas por pura inspiração ele decidiu cortar em seis filmes e usar apenas o três últimos, por achar mais interessantes. Mas a venda do projeto foi recusado pela Warner e pela Universal pelo motivo de que o assunto: GUERRA – FICÇÃO CIENTÍFICA não estavam em alta para o maior público: as crianças. Mas, (sempre tem um mas e este mas foi milagroso) pela obra do destino a FOX foi convencida a não desdenhar o projeto, Alan Ledd Jr. viu um grande potencial no conteúdo e mexeu alguns pauzinhos dentro da empresa e convenceu os george-lucaschefes. Nos acordos foi assinado que George Lucas poderia ficar com todos os direitos pelo derivados de seu conteúdo e os direitos da sua sequencia pelo simples fato da Fox desacreditar em um filme sobre espaço.

Porém uma forte barreira foi erguida entre a execução do filme e os efeitos especiais: todas as empresas de efeitos especiais estavam falidas, o que levou Lucas a um PLANO B, ele então fundou a: ILM – Industrial Light And Magic, que em nossos dias é sinônimo de inacreditáveis efeitos especiais. Mesmo com 8 milhões de dólares na mão Lucas enfrentou todos os problemas possíveis:

  1. Descontentamento com o elenco
  2. Atraso nas produções
  3. Calor insuportável
  4. Figurinos muito elaborados que não funcionavam direito
  5. Tempestades de areia na Tunísia (lugar onde filmavam os desertos)

Então tudo estava a um fio de estourar o orçamento e cancelar o filme. Porém mesmo sem esperanças surgiu o entitulado Star Wars (sem o subtítulo Uma Nova Esperança) em 25 de maio de 1977 George-Lucas-Star-Wars-TV-showe adivinha: O SUCESSO FOI ESPETACULAR, MAGNIFICO. Todas as salas de cinema foram lotadas, e não tinha nenhuma iniciativa de propaganda. A divulgação de Star Wars foi feita pela empresa que o próprio George Lucas criou: LucasFilm, e hoje ele é dono: Lucasfilm; LucasArts; Industrial Light & Magic; Lucasfilm Animation; Skywalker Sound; Lucas Licensing; Lucas Online e George Lucas Educational Foundation. Algumas das empresas criadas por ele viraram independentes como a: Avid Technology, THX e Pixar Animation Studios (Sim, a Pixar, aquela de Toy Story, dá Disney).

O livro de Star Wars vendeu mais de 500 mil cópias, o filme arrecadou muito mais do que o investimento inicial e rendeu 10 indicações do Oscar em 1978. E todos os fãs despertaram interesses pelos personagem, o que fez Lucas em parceria com a Fox de fazer Colecionáveis da franquia. Logo dois novos filmes foram incrementados na fila de produção: 3 anos depois estreava “O Império Contra Ataca” (Ep.5) , e 6 anos depois ” O retorno de Jedi” (Ep. 6). Começava assim uma nova era para Hollywood.

E o resto irá ser explicado em outro post.

Um beijo, um queijo e um chocolate Milka para vocês.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s